Resultados para 'Percepção'

Tributo a Richard Feynman

imagesTributo a Richard Feynman
Após ler mais três obras sobre Richard Feynman fiquei mais fascinado ainda por este grande cientista. Tanto o seu lado humano quanto a sua incrível capacidade científica, avaliada naturalmente por suas contribuições à ciência, são admiráveis.
A leitura destas obras… Está a brincar Sr. Feynman, Nem sempre a brincar, Sr. Feynman (ambos da editora Gradiva, daí o portugues de Portugal, como no caso da nave espacial Challenger, chamada de Vaivem) e O arco-íris de Feynman (ed. Sextante, escrito por L. Mlodinow, seu colega no Caltech), permite apreciar momentos de alta sensibilidade, alguns trágicos inclusive, como todo o processo da morte de sua mulher, até momentos hilários e outros geniais.
Estas obras podem dar uma imensa contribuição a formação do caráter dos jovens pretendentes a uma carreira científica (por exemplo, a metáfora do jogo de xadrez dos deuses, no vídeo 3/4), mas não apenas isto… As palavras de Richard Feynman são um guia, no mais das vezes divertido, para se levar uma vida saudável evitando ao máximo colocar bobagens no seu sanduíche. (Esta era uma brincadeira entre ele e Leonard Susskind; caro leitor você a entenderá quando assistir ao primeiro vídeo).
Na verdade, resolvi extrair do YouTube uma série de vídeos em que o próprio Richard Feynman explana várias questões, desde a sua participação no projeto da bomba atômica (vídeo 2/4) , revelando o drama e os paradoxos desta vivência, até questões específicas… Em particular quando o repórter faz uma pergunta (vídeo 4/12) e R. Feynman o questiona sobre a própria pergunta feita… “O que vc quer saber?”. É um show sobre formular questões de maneira a se saber aonde se quer chegar. O uso do por que, ao invés do como. Na área da Programação Neurolinguística, R. Bandler e J. Grinder, explicaram a importância de se saber definir um objetivo, ou seja, se você plantar abacaxi pensando em colher banana estará usando as sementes erradas. Desta forma, psicólogos, físicos e outros interessados poderão apreciar um acervo de conhecimento vendo e ouvindo este físico raciocinar e questionar sobre inúmeros temas.
rindo“O primeiro princípio é: você não deve enganar a si mesmo – e você é a pessoa mais fácil de ser enganada”. Richard Feynman (1918 – 1988), Discurso na Caltech, formatura de 1974.

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter

Síndrome de Asperger e Autismo

DSC04284 Neste artigo existem, além de ilações de cunho pessoal, fruto de leituras e da atividade clínica sistemática ao longo dos anos, textos ilustrativos, clips e comentários sobre obras ligadas ao tema. Há também informação sobre a genética do autismo. A descoberta de elos entre o autismo e o DNA promete melhorar o  diagnóstico e levar o tratamento para novos patamares.

ITA2 O artigo foi escrito em Itaúna (Saquarema – RJ), em 27/03/2009.

“Lindo dia, sol, praia, temperatura da água perfeita… O mundo de Darwin”.

Luganus

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter

Sobre a importância do processo de dissociação e associação para os humanos

(Entrevista transcrita concedida à John Marshal da United Express Daily News – Texas – USA – 2009)  

DSC03762

 

 

 

 

 

 

 

J.M. – Prof. Lugão, mais uma vez obrigado por conceder esta entrevista… Gostaria que o senhor explicasse o fato de muitas pessoas apresentarem duas faces ou formas de  comportamento, por exemplo, em público são de um jeito e em casa de outro.

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter

Tristeza e Depressão

lost_fairy_by_pygarENTREVISTA PARA O UERJ EM DIA – URGENTE 

Prezado Professor Lugão, 

Estamos fazendo uma matéria sobre Tristeza e Depressão (haverá um pequeno Box para falarmos sobre suicídio). Assim, gostaríamos que o senhor nos respondesse as perguntas abaixo.

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter

Algumas curiosidades

Curiosidades  

Math bxp58568

Índice do conteúdo:

Monteiro Lobato e Dona Etimologia.

Significado de catetos e hipotenusa.

                                  Palíndromo e Tautologia.

                                 Títulos de nobreza

                               Curiosidades Lingüísticas

                              Cinestesia, Cenestesia ou Sinestesia e as traduções da Programação Neurolingüística.

                              A nova Biblioteca de Alexandria

Feci quod potui, faciant meliora potentes.” “Fiz o que pude, façam melhor os que puderem”. 

 

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter

História do Brasil – curiosidades?

Campos de
tconcentração em Santa Catarina

Entre 1942 e 1945, pelo menos 200 pessoas foram confinadas no Estado. Ao contrário, do que acontecia na Europa, não eram judeus, mas suspeitas de nazismo.

 

 

As drogas e  o poder – o movimento militar e o “discurso” de Jango.

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter

Sobre traumas, dissociações e EMDR

h

Certa vez, em meu consultório, filmei uma sessão com um cliente, e daí tive a sorte de rever o filme mais tarde e ver aquilo que na hora não vi… Enquanto ele relatava emocionado a sua tentativa de fuga dos seus agressores sexuais em sua infância, suas pernas tamborilavam no chão. Explicarei isto mais tarde…

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter

Sobre as obras Anticâncer e Curar

Médico francês conta como venceu o câncer e ensina a prevenir a doença usando defesas naturais

MAIS DE 300 MIL EXEMPLARES VENDIDOS NA FRANÇA.

     artefinal_anticancer new.ai                        PUBLICADO EM 26 PAÍSES.

“Todos temos um câncer dormindo em nós.” Esta frase, estarrecedora para muitos, é o ponto de partida do livro Anticâncer, do médico e pesquisador francês David Servan-Schreiber. E, de maneira nenhuma, deve ser motivo de alarme; pelo contrário, é exatamente esta certeza que nos torna capazes de vencer essa doença – a maior causa de mortalidade no mundo ocidental.

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter

Second Life: ambiente virtual e relacionamentos

Sent: Thursday, November 08, 2007 10:29 AM

Subject: Sobre o Second Life

 

bxp66737 

Olá professor Lugão,

 

Estou fazendo uma matéria sobre o ambiente virtual Second Life e gostaria de sua opinião sobre este fenômeno. No caso do Second Life, as pessoas criam um avatar – que grosso modo, seria uma personificação virtual dela, para interagir e viver em um mundo que ela vai construindo, onde tudo é simulado (criam-se cidades, fazem-se negócios, freqüentam shows e etc.).

Destaco aqui um trecho da minha matéria para que o senhor entenda um pouco mais.

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter