Resultados para 'Psicologia'

A responsabilidade social dos cientistas: porque a epistemologia é importante

A responsabilidade  social dos cientistas ou … Porque a epistemologia é importante by Prof Celso Lugão

Radithor

Radhitor – água radioativa

Hans Jurgen Eysenck, em uma de suas obras, disse que quando um cientista faz declarações fora de sua especialidade, estas têm o mesmo valor das declarações dos leigos, entretanto, por se tratarem de declarações feitas por um cientista, estas têm um impacto social enorme porque pegam emprestado o aspecto de credibilidade da ciência.
A este aspecto, se pode somar ainda as confusões e distorções causadas pela mídia, seja por um desconhecimento da atitude de vigilância epistemológica por parte da imprensa, seja por interesses financeiros ou mesmo escusos de certos órgãos de comunicação.

Radithor, foi um “elixir energizante” feito com água radioativa. Quando da descoberta da radioatividade os interesses comerciais e financeiros criaram vários produtos à base de radioatividade!!! (Adiante, no final deste artigo, faço uma análise de uma reportagem com o curioso título “Maconha é uma das substâncias mais seguras! Diz especialista”… Seria cômico, se não fosse trágico, para dizer o mínimo).

Sobre traumas, personalidade borderline e a dinâmica do psiquismo

fantasy eye Sobre traumas, personalidade “borderline” e a dinâmica do psiquismo

Entrevistadora:  Professor, o senhor poderia explanar sobre o efeito dos traumas?

Prof. Celso Lugão: Bem, sempre que alguém é ameaçado, determinados processos entram em ação. A combinação de vários fatores, como a idade, o tipo de trauma, de ameaça, etc., com estes processos dá uma configuração particular a cada caso.

Admiração e ceticismo by Carl Sagan

Ciência TERÇA-FEIRA, 26 DE MAIO DE 2009

“Admiração e ceticismo”, de Carl Sagan

Admiração e ceticismo

Há apenas um regime de sabedoria humana, de alegação humana de conhecimento, que realmente cumpre a tarefa, e é a Ciência. As religiões dariam seus dentes caninos para serem capazes de predizer qualquer coisa com tal precisão. Pensem em quanta milhagem fariam se alguma vez pudessem fazer predições comparavelmente precisas e sem ambiguidades.

Sobre a importância do processo de dissociação e associação para os humanos

(Entrevista transcrita concedida à John Marshal da United Express Daily News – Texas – USA – 2009)  

DSC03762

 

 

 

 

 

 

 

J.M. – Prof. Lugão, mais uma vez obrigado por conceder esta entrevista… Gostaria que o senhor explicasse o fato de muitas pessoas apresentarem duas faces ou formas de  comportamento, por exemplo, em público são de um jeito e em casa de outro.

Síndrome de Asperger e Autismo

DSC04284 Neste artigo existem, além de ilações de cunho pessoal, fruto de leituras e da atividade clínica sistemática ao longo dos anos, textos ilustrativos, clips e comentários sobre obras ligadas ao tema. Há também informação sobre a genética do autismo. A descoberta de elos entre o autismo e o DNA promete melhorar o  diagnóstico e levar o tratamento para novos patamares.

ITA2 O artigo foi escrito em Itaúna (Saquarema – RJ), em 27/03/2009.

“Lindo dia, sol, praia, temperatura da água perfeita… O mundo de Darwin”.

Luganus

Memória e Psicoterapia: Milton Erickson & Eric Kandel

erickson_in_college

Eric Kandel

Milton Erickson

Reconstruindo o passado emocional dos clientes    Eric Kandel–> Acima (à esquerda – Milton Erickson)   O jovem  Erickson (in College) – acima

“Não tenho amigos, vivo sozinha e sou muito sem graça para me casar. Decidi procurar um psiquiatra antes de cometer suicídio. Vou tentar por três meses, e então, se as coisas não se endireitarem será o fim “.  Estas foram as palavras de uma jovem de 20 anos para Milton Erickson…

Por outro lado o prêmio Nobel em fisiologia ou medicina no ano 2000, Eric Kandel, nos fornece dados consistentes sobre a memória para embasar a psicoterapia e a hipnoterapia.

Como proceder nos casos de abandono da terapia?

      Como proceder nos casos de abandono da terapia nos SPA?

           Conselhos aos supervisandos e aos jovens terapeutas.    dsc01232                                      

Em resposta a indagação acima:

Há uma fila de gente querendo terapia, então dêem consciência ao cliente sobre isto, se quiser ele poderá voltar um dia… Para o fim da fila no caso do SPA, rssss! … E talvez você já não esteja mais lá.

Sobre o Ceticismo by Carl Sagan

Carl Sagan

Carl_Sagan_Planetary_Society

O que é ceticismo? Não é nada muito esotérico. Nós o encontramos todos os dias. Quando compramos um carro usado, se formos minimamente inteligentes, nós exercitaremos pelo menos um mínimo de atitudes céticas – se nossa formação escolar tiver deixado alguma coisa. Você pode dizer “este sujeito parece honesto. Eu vou acreditar em tudo que ele disser”. Ou você pode dizer “bem, eu ouvi dizer que às vezes acontecem pequenas fraudes na venda de um carro usado, talvez sem o conhecimento do vendedor”, e aí você faz alguma coisa. Você chuta os pneus, abre as portas, olha sob o capô (você pode fazer tudo isso mesmo se não souber o que deveria estar sob o capô, ou pode trazer um amigo com queda para mecânica). Você sabe que algum ceticismo é necessário, e você entende por quê. É desagradável que você talvez tenha que discordar do vendedor ou lhe fazer perguntas que ele não queira responder. Há ao menos um pequeno grau de confronto interpessoal envolvido na compra de um carro usado e ninguém diz que isso seja especialmente agradável. Mas há uma razão boa para ela – porque quem não usar um mínimo de ceticismo, quem tem uma credulidade absolutamente irrestrita, provavelmente pagará algum preço por isso. Então se arrependerá por não ter feito um pequeno investimento em ceticismo.

*Havia no final deste artigo comentários sobre o filme What the bleep do we know – Quem somos nós – porém resolvi transformar tais comentários em um artigo para diminuir a extensão deste.

* Também enriqueci este artigo com vídeos da antiga e excelente série Cosmos. Interessante observar que no primeiro episódio há uma introdução da esposa de Carl Sagan, vale a pena conferir. Coloquei todos os episódios aqui, com exceção do segundo que se acha bloqueado por direitos autorais (Sic).

Etapas da psicoterapia estratégica com famílias

             dsc04759Etapas da psicoterapia estratégica com famílias (Lugão, 30/10/98)

1 – Iniciando com a família – a aliança terapêutica

A questão do rapport é básica. Em qualquer terapia, individual, casal ou família. Seja em uma “simples” entrevista ou numa situação de perícia é fundamental ser cordial com todos os presentes.

Noções básicas sobre a terapia de família

 Noções básicas sobre a terapia de família

image0022By Luganus in 23 de outubro de 2008 (Quinta-feira)