Resultados para 'Uncategorized'

As neurociências no tribunal

from
https://www2.uol.com.br/sciam/reportagens/neurociencia no_tribunal

Neurociências no tribunal. Varreduras cerebrais e outras provas
neurológicas raramente são aceitas em julgamentos atuais. Mas algum dia poderão transformar opiniões judiciárias de credibilidade e
responsabilidade pessoal.

Michael S. Gazzaniga

POR UMA ESTRANHA coincidência fui convocado para ser jurado pela primeira vez pouco depois de assumir o cargo de diretor de um novo projeto da Fundação MacArthur, que explorava as questões suscitadas pela neurociência para o sistema de justiça criminal. Nada menos que 80 pessoas compareceram para o processo de seleção em um caso que envolvia uma jovem mulher, acusada de dirigir sob influência de substâncias tóxicas (DUI, na sigla em inglês), mas a maioria de meus concidadãos foi dispensada por várias razões, principalmente em razão de suas próprias experiências de DUI. Por fi m fui chamado ao juiz. “Diga-me o que você faz”, ordenou ele.

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter

A hipnose natural e a importância do uso de metáforas significativas by Tamine Lean

Gestalt A hipnose é uma ferramenta importante e reconhecida no campo da prática psicoterápica, e seu manejo adequado pode ir além de auxiliar a reconhecer, e banir, os entraves que prejudicam o bem- estar. Além de atingir áreas “esquecidas”, com intuito de expressá-las e tornar possível sua elaboração numa nova perspectiva, permite, em consequência, a utilização do potencial do indivíduo, liberando as próprias alternativas de solução de diversas problemáticas psicológicas.

Esta autora utiliza a hipnose numa abordagem naturalista, na forma como é trabalhada por Milton H. Erickson, e este não se prende a procedimentos tradicionais, formais, como algo ritualizado, utilizando relógios ou a imagem fantasiosa do pêndulo, mas , ao contrário, procura devolver a Hipnose ao campo de utilização de mecanismos próprios do indivíduo, permitindo que habilidades naturais do ser sejam respeitadas e utilizadas.

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter