Tributo ao Dr. David Servan-Schreiber

 David rindo  O Dr. David Servan-Schreiber é aquele sobre o qual se poderia dizer: “Foi um grande sujeito”.

Em 1992, quando o participante de uma pesquisa não apareceu para um exame agendado de ressonância magnética no seu laboratório da Universidade de Pittsburgh (EUA), o doutor, considerando-se menos preparado que seus dois outros colegas para lidar com a máquina de ressonância magnética, tomou o lugar no aparelho e o exame mostrou um tumor cerebral (agressivo) do tamanho de uma noz. Foi uma notícia terrível e prá lá de inesperada.  Em seu livro há a narrativa de todo o calvário pelo qual ele passou, e isto é uma reação universal, ou seja, tais notícias sempre geram um impacto enorme na pessoa e em seu círculo próximo. Portanto, é preciso coragem para admitir e para suportar e pedir ajuda.

Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter